Xangai libera transporte de pessoas em carros autônomos para testes

Cidade se torna a primeira na China a emitir licenças para transporte de passageiros e mercadorias

Xangai acaba de se tornar a primeira cidade chinesa a permitir que carros autônomos transportem passageiros e mercadorias nas ruas da cidade. As informações são do Financial Times.

De acordo com a agência de notícias Xinhua, a SAIC, grupo de montadoras chinesas, a BMW montadora alemã e a Didi Chuxing, empresa de transportes por aplicativo, receberam um lote primário de licenças operacionais para testar uma frota de 50 carros no distrito de Jiading, em Xangai.

Financial Times explica que os candidatos que quiserem comercializar serviços com veículos autônomos, devem ter mais de 24.000km e 1.200 horas de testes sem passageiros e sem acidentes para obter aprovação.

Durante os testes, os veículos podem transportar cargas ou passageiros voluntários. Se a frota de 50 veículos de uma empresa operar por seis meses sem incidentes, as empresas, então, poderão se inscrever para aumentar o número de veículos.

Tu Le, consultor da Sino Auto Insights, conta que a capacidade de implantar carros autônomos com passageiros em Xangai é um “grande negócio”, por causa da complexidade da cidade, densidade da população e a organização rodoviária.

A BMW é a primeira montadora internacional a receber as permissões da China. “A China tem os cenários de tráfego mais complicados do mundo, tornando a pesquisa uma parte importante do desenvolvimento autônomo da empresa em todo o mundo”, disse a BMW.

Os Estados Unidos já liberaram mais licenças para testes de carros autônomos que os chineses. A Uber, por exemplo, anunciou na última terça-feira (17) que Dallas será a mais nova cidade onde a empresa irá testar carros autônomos. Os testes devem começar em novembro deste ano.

Fonte: itmidia.com