Empresa que trabalha com governo chinês agora investe no reconhecimento de animais domésticos

Megvii, startup de inteligência artificial que desenvolve tecnologias de reconhecimento facial para o programa de vigilância do governo chinês, agora busca expandir sua tecnologia e investe em um projeto para rastrear cães e gatos através do reconhecimento digital de seus focinhos.

De acordo com a Abacus News, o novo projeto da chinesa é usar inteligência artificial para reconhecer cães pela impressão digital de seus narizes. Cães e gatos têm padrões singulares nos narizes do mesmo modo que humanos tem impressões digitais únicas nos dedos.

A empresa diz que para registrar um pet, basta escanear seu focinho com a câmera do app em vários ângulos diferentes. A Megvii informa que desde seu lançamento já coletou cerca de 15 mil impressões de narizes de animais pelo aplicativo com uma taxa de 95% de sucesso no reconhecimento deles.

A empresa busca usar a tecnologia para encontrar animais perdidos, reunir informações de donos que tiveram seus pets perdidos além de monitorar a “criação incivilizada de animais domésticos” e com isso, multar os donos que maltratam os bichos. O aplicativo está disponível para cães e gatos na China.

Fonte: itmidia.com