SpaceX oferece serviço de ‘carona’ para lançamento de satélites

Novo SmallSat Rideshare permite a pequenas operadoras de satélite “alugar” espaço dentro das missões com o foguete Falcon 9

SpaceX anunciou nesta terça-feira (06) o programa SmallSat Rideshare, que permite a pequenas operadoras de satélite, que buscam colocar cargas mais leves em órbita, “alugar” um espaço dentro das missões com o foguete Falcon 9.

De acordo com o TechCrunch, a opção de compartilhamento deve ser oferecida em um cronograma regular e pré-definido, no entanto, a SpaceX oferece a possibilidade para que clientes reservem esses horários. Essa estratégia garante a empresa que, mesmo sem todas as cargas, o foguete será lançado.

Uma das maiores preocupações da SpaceX é a disponibilidade de carga útil, ou seja, mesmo que um grande cliente atrase na entrega do satélite que quer colocar em órbita, a viagem não depende dele e outros clientes não poderão ser prejudicados.

Segundo informações do Engadget, as viagens compradas com mais de um ano de antecedência devem ser vendidas a US$ 2,5 milhões para cargas de até 150 kg e US$ 4,5 milhões para cargas de até 300 kg. Esses valores podem subir conforme a data de lançamento do foguete se aproxima. O TechCrunch aponta que o custo mais baixo de um lançamento regular da SpaceX é cerca de US$ 57 milhões.

Até agora, a SpaceX se comprometeu com três lançamentos de foguetes. O primeiro será lançado entre novembro de 2020 e março de 2021. O segundo está previsto para o primeiro trimestre de 2022, e o terceiro está previsto para o primeiro trimestre de 2023.

Fonte: itmidia.com