Rússia estará equipada com 5G, e é a Qualcomm que está ajudando o país em parceria com operadoras locais

As tecnologias para trazer o 5G para realidade já estão em pauta. Recentemente, foi revelado que a América Latina já conta com essa possibilidade, mas que antes da aplicação, será necessário rearranjar as bandas. Agora, a Rússia e a Qualcomm se juntaram para melhorar ainda mais esse setor.

A companhia revelou que está fazendo um novo projeto em parceria com operadoras do país, fornecedores e o Departamento de Tecnologias de Informação de Moscou. A ideia é implementar a primeira rede 5G de ondas milimétricas da Europa. As redes 5G mmWave (banda n257) vão ajudar na comercialização e impulsionamento de diversos serviços, como banda larga fixa, acesso móvel sem fio, aplicativos de realidade virtual e aumentada e soluções exclusivas para o setor comercial.

“Moscou é uma das cidades mais dinamicamente desenvolvidas da Europa. Nos próximos anos, Moscou planeja equipar centros de negócios, estádios, ruas principais, salas de congressos, estações ferroviárias e aeroportos com comunicações móveis ultrarrápidas, com baixa latência e alta capacidade para trazer um novo nível de serviços para indivíduos e empresas na capital”, disse Yulia Klebanova, vice-presidente de desenvolvimento de negócios da QUALCOMM Europe.

A Qualcomm já se estabeleceu como uma das grandes empresas que está ajudando o mercado 5G a encontrar um bom caminho, promovendo a tecnologia ao redor do globo. A companhia ainda é uma das líderes em engenharia de ondas milimétricas, e isso oferece uma grande vantagem no fornecimento de soluções para bandas de alta e baixa latência.

Fonte: pcworld.com.br