Os sensores de radiação em Estocolmo identificaram recentemente o que parece ser um vazamento de isótopos radioativos vindos de algum lugar perto do Mar Báltico.

Embora o nível de radiação não seja perigoso para os seres humanos, relata a Reuters , está bem acima dos níveis esperados. Ele sugere, de acordo com um mapa que rastreia a fonte do vazamento, que uma usina nuclear parece ter vazado em algum lugar perto da Finlândia ou da Rússia.

Sensores como o que detectou o vazamento foram instalados para detectar e impedir testes de armas nucleares, informa a Reuters . Mas isso não parece ser o que causou o aumento na radioatividade.

“Certamente esses são produtos de fissão nuclear, provavelmente de fonte civil”, disse uma porta-voz da Organização do Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares (CTBTO), a organização que opera as estações de monitoramento de radiação, à Reuters .

Mas, além da vasta faixa de terra que a CTBTO identificou como um possível ponto de origem, a Reuters relata que a organização não planeja investigar mais o vazamento.

“Podemos indicar a região provável da fonte, mas está fora do mandato da CTBTO identificar a origem exata”, disse a porta-voz da CTBTO à Reuters .

Fonte: Futurismo