Bunker subterrâneos na Nova Zelândia parece que foi o destino de muitos ricos do Vale do Silicio como forma de se isolar da sociedade e fugir da pandemia.

Para escapar da pandemia de coronavírus, um número crescente de mega-ricos está se escondendo em bunkers subterrâneos privados.

A Nova Zelândia é frequentemente o destino de escolha para essas excursões subterrâneas, relata a Bloomberg , mas outras famílias ricas alugam espaço em bunkers multifamiliares em áreas escassamente povoadas de Dakota do Sul, Indiana e Alemanha. É uma tendência bizarra em que os ricos estão tentando escapar da pandemia , fugindo completamente da sociedade.

Gary Lynch, gerente geral da fabricante de bunkers Rising S Co., disse à Bloomberg que tem visto muito interesse de clientes ricos desde que as notícias da pandemia foram divulgadas.

“Ele foi para a Nova Zelândia para escapar de tudo o que está acontecendo”, disse Lynch, de um cliente que ligou porque esqueceu como acessar o bunker não utilizado. “E até onde eu sei, ele ainda está lá.”

A Nova Zelândia é popular devido à sua abundância de espaço aberto, regulamentos políticos frouxos e assistência médica de alta qualidade, relata a Bloomberg – tornando-o o destino do juízo final para os ricos investidores e desenvolvedores do Vale do Silício.

“Meu medo era que fosse agora ou nunca, como eu pensava que eles poderiam começar a fechar fronteiras”, disse à Bloomberg o fundador da startup de criptomoedas Mihai Dinulescu . Ele disse que quando chegou ao aeroporto, a seção internacional estava praticamente deserta, exceto por um voo totalmente reservado para a Nova Zelândia.

“Tive essa sensação muito emocionante de que precisávamos ir”, acrescentou.

Fonte: Futurismo