Nova lei de privacidade pode levar Mark Zuckerberg para a cadeia

Senador divulga lei chamada Mind Your Own Business para proteger a privacidade das informações dos usuários

Na quinta-feira, o senador do Oregon Ron Wyden divulgou a versão oficial de uma lei de privacidade projetada para proteger os dados dos americanos e punir quem os explorar de maneira enganosa – até os CEOs de grandes empresas de tecnologia.

“Mark Zuckerberg não levará a sério a privacidade dos americanos, a menos que sinta consequências pessoais”, disse Wyden no anúncio do projeto . “Um tapa no pulso da FTC não funciona, então, segundo a minha conta, ele enfrentaria pena de prisão por mentir ao governo.”

Wyden compartilhou o texto completo de sua lei chamada Mind Your Own Business , mas resumiu seus pontos principais no anúncio.

“É baseado em três idéias básicas”, explicou Wyden. “Os consumidores devem poder controlar suas próprias informações privadas; as empresas devem fornecer muito mais transparência sobre como eles usam e compartilham nossos dados; e os executivos das empresas precisam ser responsabilizados pessoalmente quando mentem sobre a proteção de nossas informações pessoais. ”

Nos últimos anos, legisladores de todo o espectro político têm reprimido verbalmente a indústria de tecnologia em geral – e o Facebook , em particular – por explorar e manipular regularmente os dados dos usuários.

Ainda não se sabe se toda essa conversa leva à ação. Mas se a lei da Wyden se tornar lei, o Facebook e seus semelhantes precisarão repensar como eles abordam a privacidade dos dados – ou correm o risco de ver seus líderes atrás das grades .

Fonte: Futurism