Ministério da Justiça notifica Facebook após ouvir áudios de usuários

Empresa está sujeita a multa caso não responda em tempo

Há alguns dias foi revelado que o Facebook pagava para pessoas ouvirem áudios dos seus usuários e transcreverem para, assim, usar os dados como forma de melhorar os recursos das suas ferramentas. As mensagens em questão eram retiradas do Messenger.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública do governo brasileiro soube o que aconteceu e, por isso, está notificando a companhia de Mark Zuckerberg. As investigações começaram nesta última quarta-feira (14) na Secretaria Nacional do Consumidor da pasta (Senacon).

Agora, o Facebook tem até 10 dias para responder questões envolvendo o tratamento dos dados de seus usuários e, caso não responda ao órgão, a Secretária Nacional do Consumidor pode seguir no processo com a aplicação de uma multa.

O que é mais preocupante nesse caso é que aparentemente os terceirizados que escutavam e transcreviam os áudios não tinham muitas informações sobre quando e como os áudios chegaram, não sabiam nem mesmo o motivo da transcrição. Apesar disso, a companhia afirma que não fez nada de errado, já que, ao baixarem e instalarem o aplicativo, os usuários em questão aceitaram a opção em que permite a transcrição.

Fonte: pcworld.com.br