Instagram revela programa contra fake news

O Facebook permite que os usuários julguem publicações como desrespeitosas ou falsas, assim a companhia pode garantir a checagem da informação e tomar as providências necessárias. Agora, a empresa anunciou que a novidade também está chegando ao Instagram, depois de sete anos já disponível ano Facebook.

O programa Third Party Fact-Checking Program (3PFC) já está disponível para os usuários dos Estados Unidos, porém, a companhia vai levá-lo para todos os usuários ao redor do mundo nas próximas duas semanas. E, assim como no Facebook, funciona de forma bem simples: para denunciar foto ou vídeo o usuário deve clicar nos três pontinhos do canto superior direito da publicação, e escolher entre “informação falsa” ou “inapropriado”.

As publicações denunciadas serão analisadas por membros de empresas que seguem o Código de Princípios da Rede Internacional de Checagem de Fatos. A estimativa é que mais de 30 países façam as verificações em suas línguas nativas.

De acordo com uma porta-voz do Instagram, as publicações denunciadas não serão apagadas mesmo depois de realizadas as verificações. Porém, elas não serão divulgadas em suas respectivas hashtags e só serão exibidas na página de quem as publicou. O usuário que teve a foto denunciada também não será notificado, e isso não agradou muitos ao redor do mundo.

Tai Nalon é cofundadora da agência Aos Fatos, parceira brasileira do Instagram nessa nova jornada, e acredita que a novidade é uma ótima ferramenta, mas que está reiterando ao Facebook que seria ainda melhor informar os usuários que tiveram a publicação denunciada. A mesma opinião tem sido expressada por outras empresas que fizeram parceria com o Instagram ao redor do mundo.

Ver um erro e mostrá-lo a quem o fez é muito mais construtivo do que apenas apontar o erro e deixar de divulgá-lo, assim as pessoas não tem a possibilidade de uma segunda chance para fazer melhor. Agora só nos resta aguardar e ver como o Instagram vai funcionar com o recurso.

Fonte: pcworld.com.br