EUA proíbe alguns MacBook Pro em voos

Baterias de MacBook de 2015 estavam superaquecendo e com perigo de explosão

Grandes companhias do mercado já precisaram solicitar a devolução de lotes de alguma linha de produtos que foi fabricada com defeitos. Isso é algo comum no mercado e, recentemente, foi a vez da Apple fazer um recall para uma linha de MacBooks Pro de 15 polegadas.

Agora, a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) informou que esses MacBooks não poderão ser levados em os voos domésticos nos Estados Unidos.

“A Apple identificou que, em algumas unidades de MacBook Pro de 15 polegadas de gerações mais antigas, a bateria pode superaquecer e representar um risco de segurança por incêndio”, diz o comunicado da empresa. As unidades afetadas foram vendidas principalmente entre setembro de 2015 e fevereiro de 2017. A qualificação do produto é determinada pelo número de série.

Recentemente, as empresas áreas haviam sido avisadas que o MacBook não deve ficar ligado durante os voos. Agora, as companhias áreas mais populares dos EUA já foram avisadas pela FAA, assim, os voos domésticos não poderão levar os dispositivos danificados como bagagem de mão ou carga despachada, apenas os Macs com a bateria trocada poderão entrar nos aviões.

Não foi revelado qual será o processo que as companhias áreas usarão para descobrir sobre o modelo especifico do MacBook, nem se o aviso será realizado de forma mais abrangente e em outros países.

Você possui esse modelo danificado do MacBook? Acesse a página de suporte da Apple e saiba se ele faz parte do recall!

Fonte: pcworld.com.br