Investimento de US$ 8,5 milhões foi liderado pelo fundo Monashees. Empresa deve triplicar o número de colaboradores até o final do ano

O valor de mercado da Fazenda Futuro, startup brasileira de hambúrgueres vegetais, alcançou os US$ 100 milhões. A avaliação foi anunciada na última quinta-feira (18), depois que a companhia recebeu uma rodada de investimentos no valor de US$ 8,5 milhões, liderada pelo fundo Monashees.

Fundada em abril por Alfredo Strechinsky e Marcos Leta, a companhia lançou seu primeiro produto no mês seguinte. O Futuro Burger, feito com uma combinação de proteínas vegetais, já está presente em mais de 100 restaurantes e 2 mil pontos de venda, como supermercados.

De acordo com informações do Estado de S.Paulo, a Fazenda Futuro pretende utilizar os recursos dos investimentos para expandir a comercialização para todo o Brasil. Para isso, a startup deve triplicar o número de colaboradores até o final do ano. Além disso, a expectativa é de que a companhia aumente sua estrutura fabril para conseguir reduzir o preço de seus produtos. “Em breve, vamos passar de 150 toneladas produzidas por mês e chegar a 550 toneladas mensais”, afirmou Leta ao jornal.

Além da expansão das operações, o aporte recebido também auxiliará no lançamento de novos produtos. Segundo os fundadores, nos próximos dois meses a empresa começará a fornecer carne moída e almôndegas vegetais. Em seguida, disponibilizará a segunda versão do Futuro Burger, que será ainda mais parecido em textura, sabor e cor das carnes bovinas.

Fonte: itmidia.com