A equipe da Boeing no Mississippi acabou de alavancar o estágio central do foguete SLS (Heavy Launch System) super pesado que está construindo para a NASA, que tem como objetivo lançar enormes quantidades de hardware a serem usadas nas próximas missões Artemis à Lua e depois disso possivelmente Marte.

“É muito gratificante”, disse o diretor da Boeing, Mark Nappi, ao Space.com sobre o teste. “É a primeira vez que esse teste é executado; esse é o primeiro tipo de foguete, o maior e mais poderoso foguete do mundo já construído. ”

Na próxima semana, de acordo com a Space.com , a Boeing pretende executar uma série de comunicações e testes nos sistemas mecânicos e hidráulicos do SLS.

Se tudo correr bem com esses exercícios, eles esperam que em outubro possam amarrar o foguete e dispará-lo a quente.

O SLS ultra ambicioso foi criticado por ter ficado para trás do cronograma e atropelado o orçamento.

“A luta contínua da NASA em gerenciar os custos e o cronograma do programa SLS tem potencial para impactar as ambiciosas metas da Agência para o programa Artemis”, dizia um relatório da NASA sobre o projeto no início deste ano.

Fonte: Futurismo