Produção dedicada segue algumas regras para funcionar bem em celulares

Os vídeos verticais já são uma febre, pois facilitam a vida de quem gosta de assistir este tipo de conteúdo no seu smartphone. No entanto, além dos conteúdos mais efêmeros que vemos por aí, a China está indo além e criando séries neste formato de visualização.

Redes sociais como Snapchat e Instagram já ofereciam este tipo de vídeo com duração de apenas 24 horas, mas a chegada do IGTV, em 2018, incentivou os criadores a explorar as possibilidades dos vídeos verticais com maior tempo de vida. O Spotify também está lançando clipes de músicas na vertical, e assim por diante.

Na China, os produtores deram um passo além e criaram dramas editados especialmente para quem quer assistir com o smartphone na vertical. No ano passado, a gigante Tencent liberou uma séries neste formato, incluindo títulos como My Boyfriend-ish Sister e My Idiot Boyfriend.

No mesmo ano, a chinesa Baidu também lançou sua própria produção vertical, intitulada Ugh! Life! e, em 2019, a comédia Arg Director chegou ao mercado.

Conteúdo específico para o formato vertical

O site The Next Web lista três características principais de uma série vertical:

  • os são curtos, com duração entre dois e cinco minutos;
  • o formato também influencia no gênero, sendo a comédia o predileto para vídeos verticais. Isso porque é um gênero que funciona em tomadas curtas e com bastante foco nas expressões faciais dos atores;
  • uma linguagem visual fragmentada, que mistura telas divididas e cortes rápidos entre as cenas. Isso permite que cada momento na tela contenha mais informações, por exemplo.

Consumo de vídeo no celular é tendência

Em 2019, o vídeo representará 80% de todo o tráfego da Internet, de acordo com dados da Cisco, sendo metade deste número destinado à smartphones.

Steven Spielberg, por exemplo, está criando uma série de terror para o serviço de streaming Quibi. Os episódios estão sendo desenvolvidos para ser vistos somente durante a noite, uma vez que a plataforma só dará acesso depois do pôr do sol, usando o relógio para realizar o controle.

O Quibi foi criado para oferecer atrações especialmente criadas para serem vistas em smartphone. No caso da série de Spielberg, serão capítulos com apenas 7 e 10 minutos.

Fonte: pcworld.com.br